342: Bifes de Soja com Molho de Cogumelos

Ingredientes:

– bifes de soja q.b.
– 200 g de cogumelos laminados
– 200 g de cebola em cubos
– 4 dentes de alho
– sumo de limão q.b.
– orégãos q.b.
– óleo de coco ou azeite q.b.
– 1 colher de sopa de farinha Maizena
– 2 dl de leite
– 2 cenouras
– 2 colheres de sopa de molho de soja
– 100 ml de polpa de tomate aromatizada
– 100 ml de vinho branco
– salsa fresca picada q.b.
– sal marinho e pimenta de misturas q.b.

Preparação:

01.- Coloque os bifes num recipiente com água morna, sumo limão e orégãos durante cerca de 30 minutos, no mínimo (pode deixar mais tempo. Depois disso, leve-os a cozinhar na água onde estiveram a hidratar, durante 10 minutos ou até que estejam macios. Deixe-os ficar  no tacho e reserve a água da cozedura.

02.- Num tacho ao lume, deite o óleo de coco ou azeite, deixe derreter/aquecer, junte a cebola, o alho e deixe refogar. Adicione depois a polpa de tomate, o vinho branco e deixe cozinhar durante 3 minutos, mexendo de vez em quando.

03.- Corte a cenoura às rodelas finas e adicione-as ao refogado no tacho. Junte os bifes de soja, os cogumelos e tempere com o molho de soja. Deixe estufar cerca de 20 minutos em lume médio, virando os bifes a meio do tempo,  rectificando temperos e acrescentando um pouco da água de cozer os bifes.

04.- Findo o tempo anterior, dissolva a farinha Maizena com o leite, adicione esta mistura ao tacho, envolva tudo muito bem e deixe cozinhar por mais 5 minutos, mexendo de vez em quando. Desligue o lume, tape o tacho e deixe ganhar sabor durante cerca de 10 minutos. Sirva de seguida com uma guarnição a gosto e uma salada.

Tempo: ± 55′  # económico  # fácil

Reportagem slideshow:

Nota do Apok@lypsus:
– Uma preparação d’ A Cozinha do Apokalypsus.



© 30.Set.2020

 

341: Pescada com Tomate e Batatas Hasselback

Ingredientes:

– 4 lombos de pescada
– 2 dentes de alho
– alho moído q.b.
– sumo de limão q.b.
– 200 ml de polpa de tomate aromatizada
– coentros frescos picados q.b.
– azeite q.b.
– 100 g de cebola em cubos
– paprika q.b.
– 100 g de tiras de pimentos tricolor
– 200 g de tomate em cubos
– sal marinho e pimenta de misturas q.b.

Preparação:

01.- Descongele os lombos de pescada e depois tempere-os com sumo de limão, pimenta, alho moído e deixe marinar durante uma hora.

02.- Num tacho ao lume, deite o azeite, deixe aquecer, junte a polpa de tomate, a paprika e, de seguida, adicione o tomate, as tiras de pimento, a cebola e os dentes de alho esmagados. Deixe cozinhar, colocando uma tampa sobre a panela, durante 10 minutos.

03.- Retire a tampa da panela, coloque os lombos de pescada por cima do molho, deixe cozinhar durante 1 minuto, depois volte o peixe, cubra com a tampa e deixe cozinhar durante 12 minutos.

04.- Quando a pescada estiver cozida, polvilhe a superfície com coentros, salpique com o sumo de limão e sirva de seguida com uma guarnição de batatas Hasselback ou outra a gosto.

Tempo: ± 30′  # económico  # fácil

Reportagem foto/slideshow/vídeo:


Nota do Apok@lypsus:
– Uma preparação d’ A Cozinha do Apokalypsus, adaptada de uma receita publicada no site da Iglo.



© 27.Set.2020

 

340: Esparguete com Cogumelos e Camarão

Ingredientes:

– 250 g de esparguete
– 400 g de cogumelos laminados
– 250 g de miolo de camarão 100/200
– 100 g de cebola em cubos
– 1 emb. de sopa de marisco
– 50 ml de azeite
– 50 ml de polpa de tomate
– 20 ml de vinho branco
– 4 dentes de alho
– piripiri q.b.
– sal marinho q.b.
– salsa fresca picada q.b.

Preparação:

01.– Descongele o miolo de camarão. Coza o esparguete da seguinte forma: dissolva o conteúdo da embalagem de sopa de marisco em dois litros de água e cozinhe como se fosse fazer a sopa. Quando levantar fervura, introduza o esparguete e deixe cozinhar pelo tempo mencionado na embalagem, normalmente de 7 a 9 minutos. Reserve e mantenha a massa no caldo.

02.– Num tacho ao lume, deite o azeite, junte a cebola, os alhos esmagados e leve ao lume até a cebola ficar macia.

03.– Adicione ao refogado do tacho a polpa de tomate, o vinho branco, o miolo de camarão, os cogumelos, tempere com sal,  piripiri e deixe cozinhar durante 5 minutos, mexendo de vez em quando.

04.– Vá adicionando o esparguete ao tacho e misture-o, envolvendo bem. Pode adicionar o caldo da sopa porque entretanto a massa absorveu-o quase todo.  Sirva de seguida, polvilhado com salsa a gosto.

Tempo: ± 35′  # económico  # fácil

Reportagem foto/slideshow/vídeo:


Nota do Apok@lypsus:
– Uma preparação d’ A Cozinha do Apokalypsus.



© 23.Set.2020

 

339: Tiras de Pota Fritas

Ingredientes:

– 500 g de tiras de pota
– 2 ovos
– sumo de limão q.b.
– louro moído q.b.
– alho moído q.b.
– farinha de milho q.b.
– 1 col. de sobremesa de paprika
– pimenta preta q.b.

Preparação:

01.- Descongele as tiras de pota e corte-as ao meio. Coloque-as num recipiente e tempere-as com pimenta, louro e alho moídos e sumo de limão. Deixe marinar durante 2 horas. Retire depois da marinada e seque bem as tiras, em papel absorvente.

02.- Numa taça, bata os ovos, junte a farinha de milho e o pimentão doce. Passe as tiras de pota pelo preparado e frite-as em óleo vegetal até ficarem douradas.

03.- Retire da frigideira e coloque-as num prato com papel absorvente, de modo a retirar o excesso de gordura.

04.- Acompanhe com uma salada de alface ou outra a gosto e uma guarnição de arroz de tomate (*).

– Este arroz de tomate foi preparado de forma diferente da habitual, aliás, nem sabia como iria ficar, mas até ficou bastante agradável. Primeiro, cozi o arroz na Bimby. Segundo, fiz um refogado com azeite, cebola, alho e polpa de tomate com manjericão e orégãos (adoro esta mix de ervas aromáticas). Depois de bem refogado, verti para o tacho o arroz cozido e, em lume brando, fui envolvendo durante cerca de 3 minutos, mexendo sempre. Tapei o tacho, deixei descansar um pouco e ficou pronto e delicioso…

Tempo: ± 40′  # económico  # fácil

Reportagem foto/slideshow/vídeo:


Nota do Apok@lypsus:
– Uma preparação d’ A Cozinha do Apokalypsus.



© 20.Set.2020

 

338: Omelete de Sobras de Arroz e Legumes

Reciclagem é o processo de conversão de desperdício em materiais ou produtos de potencial utilidade. Este processo permite reduzir o consumo de matérias-primas, de utilização de energia e a poluição do ar e da água, ao reduzir também a necessidade de tratamento convencional de lixo e a emissão de gases do efeito estufa. A reciclagem é um componente essencial da gestão de resíduos moderna e é o terceiro componente da hierarquia dos resíduos “reduzir, reutilizar e reciclar”. In Wikipedia.

Pois é, aqui em casa recicla-se muita coisa, mormente sobras de refeições que, para não estar a repetir a mesma receita, recicla-se em outros sabores. Hoje, tinha no frigorífico sobras de arroz com legumes e fiz delas, uma omelete. Não é nenhuma receita d’ A Cozinha do Apokalypsus, mas apenas uma sugestão:

Ingredientes:

– 4 ovos
– sobras de arroz com legumes
– 6 gotas de Tabasco
– mix de ervas aromáticas q.b.
– pitada de cominhos
– 2 colheres de sopa de salsa fresca picada
– 1 colher de chá de molho de soja
– alho moído q.b.
– pitada de sal marinho

Preparação:

01.- Num recipiente, batem-se os ingredientes muito bem com a ajuda da vara de arames, e junta-se depois as sobras de arroz com legumes ou o que tiver disponível, envolvendo até homogeneizar a mistura.

02.- Coloca-se uma frigideira anti-aderente na placa com uma colher de sopa de margarina, deixa-se derreter e depois verte-se a mistura que se bateu anteriormente.

03.- Espalha-se pelo fundo da frigideira e em temperatura 80ºC~200W, deixa-se cozinhar até o topo começar a ficar sólido. Retira-se a omelete da frigideira para um prato de forno (utilizei o convector de halogéneo a 150W~20 minutos) e deixa-se alourar o topo da omelete.

04.- Retira-se e serve-se de seguida com uma guarnição de batatas fritas em ar quente e uma salada de alface. Gostoso, mesmo!

Tempo: ± 40′  # económico  # fácil

Nota do Apok@lypsus:
– Uma preparação d’ A Cozinha do Apokalypsus.



© 17.Set.2020

 

337: Ovos com Grão, Vegetais e Tomate

Ovos com grão, vegetais e tomate. Delicioso, não é? Uma receita simples, prática e económica, com a versatilidade dos ovos e do grão.

Ingredientes:

– 200 g de cebola em cubos
– 300 g de polpa de tomate com manjericão e orégãos
– 1 lata grande de grão-de-bico cozido
– 400 g de mistura de vegetais chineses
– 4 ovos
– 2 col. de sopa de azeite
– 1 col. de sobremesa de alho em pó
– pimenta de mistura q.b.

Preparação:

01.- Num tacho ao lume, deite o azeite, junte a cebola e refogue durante 3 minutos. Adicione o alho em pó, a polpa de tomate e deixe ferver por mais 2 minutos.

02.- Adicione ao tacho o grão escorrido, a mistura de vegetais e um pouco de água, envolva e deixe cozinhar por mais 4 minutos.

03.- Tempere com sal, pimenta e envolva tudo muito bem.

04.- Quando levantar fervura, abra e deite os ovos por cima desta mistura, tape o tacho e deixe escalfar até os ovos estarem a gosto.

Tempo: ± 30′  # económico  # fácil

Reportagem foto/slideshow/vídeo:


Nota do Apok@lypsus:
– Uma preparação d’ A Cozinha do Apokalypsus, baseada e adaptada de uma receita publicada no site Pingo Doce.



© 15.Set.2020

 

Simplesmente… Feijoada!

Ingredientes:

– 1 lata grande de feijão manteiga cozido
– 3 batatas
– 100 g de cebola em cubos
– 1 cubo de tempero alho & coentros
– 1 colher de sopa de alho picado
– 1 chouriço de carne
– 200 g de tomate em cubos
– 200 ml de polpa de tomate com manjericão e orégãos
– 2 cenouras
– 1 ½ dl de vinho branco
– azeite q.b.
– louro moído q.b.
– sal marinho e tabasco q.b.
– coentros frescos picados q.b.
– ovos (opcional, um por pax)

Preparação:

01.- Tire a pele ao chouriço e corte-o em rodelas. Descasque as batatas e corte-as em cubos. Corte as cenouras em rodelas. Num tacho ao lume, deite o azeite a cobrir o fundo, a cebola, o alho, o cubo de tempero e deixe refogar até a cebola ficar macia.

02.- Junte ao refogado do tacho a cenoura, as batatas, as rodelas de chouriço e salteie mais 10 minutos, em lume médio, mexendo de vez em quando. Adicione o tomate em cubos, a polpa de tomate, o louro, e deixe cozinhar, com o tacho tapado, em lume brando, mais 5 minutos.

03.- Adicione depois o vinho branco ao tacho, mexa bem durante 1 minuto, tempere com uma pitada de sal e umas gotas de tabasco. Deixe cozinhar em lume brando, tapado, durante 10 minutos, mexendo de vez em quando.

04.- Acrescente ao preparado do tacho o feijão cozido com a calda, envolva e cozinhe em lume brando durante 5 minutos, para misturar bem os sabores, mexendo de vez em quando. Se preferir, escalfe os ovos necessários (um por pax). Retire do lume, emprate e sirva de imediato, polvilhando com coentros picados.

Tempo: ± 40′  # económico  # fácil

© Copyright franciscogomes.eu # Powered by F Gomes # 2022 # All Rights Reserved

Nota do Apok@lypsus:
– Uma preparação d’ A Cozinha do Apokalypsus.



© 11.Set.2020

 

335: Filetes de Peixe Recheados com Espinafres em Molho Aïoli

O molho aïoli caseiro é um dos molhos mais deliciosos da cozinha francesa/espanhola e contém uma lista pequena de ingredientes. No entanto, é preciso conhecer alguns truques que podem torna-lo um sucesso ou uma decepção. Em França, na região de Provence, o aïoli é muito popular. A etimologia da palavra vem de “ali” que significa alho e “olive” que quer dizer oliva.

Os filetes de peixe com recheio de espinafres, são congelados, de uma marca conhecida no mercado, por isso, não é necessária qualquer referência a este componente da receita porque basta colocar no forno e seguir o tempo e temperatura indicados na embalagem exterior. O que interessa nesta receita é realmente o Molho Aïoli que tanto pode acompanhar peixe, como carne ou até mesmo no pão torrado.

Ingredientes para o Molho Aïoli:

– 1~2 colheres de chá de alho moído
– 1 colher de chá de mostarda de Dijon
– 2 dl de azeite extra-virgem
– 2 gemas de ovo
– 2 colheres de chá de sumo de limão

Preparação:

  • O sucesso ou fracasso do aïoli está nos primeiros 10 minutos quando o azeite entra em contacto com o ovo e o alho. Os dois factores que fazem funcionar são:
  • 1) misturar o ovo com gotas do azeite no começo. Se você colocar muito azeite imediatamente, o aïoli pode estragar. Você pode adicionar mais e bater mais, mas as chances são de que ele vá continuar líquido e nunca engrossar. As primeiras gotas do azeite criam o primeiro vínculo químico que solidifica o molho e criam a base de tudo. Você pode adicionar mais azeite mais rápido depois, cerca de 20 ml a cada 2-3 minutos. Você vai ver que desde o começo o molho nunca fica líquido. Se ficar líquido não é aïoli.
  • 2) o alho tem propriedades químicas emulsionantes que contribuem directamente para a consistência do molho. Amasse tudo e acrescente à mistura desde o começo, assim como a mostarda de Dijon. A quantidade de alho é uma questão de gosto e necessidade. O aïoli pode ficar bem forte se você colocar muito, e se você colocar muito pouco pode estar arriscando errar no processo. Agora que você já sabe dos segredos para fazer aïoli, a preparação é muito simples:
  • Separe a gema da clara dos ovos, quebrando  a casca e passando a gema de um lado para o outro ou pelo utensílio próprio para o efeito; a gema deve ficar inteira e não pode furar no processo.
  • Coloque a gema, o sal, a mostarda e o alho amassado  numa tigela pequena ou com a varinha mágica.
  • Acrescente, como foi dito, gotas de azeite extra-virgem na tigela/copo e vá mexendo devagar com uma vara de arames; eu utilizei a varinha mágica na velocidade mínima, não sendo necessário bater muito rápido, apenas o suficiente para que os ingredientes se misturem.
  • Cerca de um minuto depois, acrescente mais algumas gotas de azeite e novamente em pequenas quantidades. Mexa nos intervalos. Continue adicionando o azeite aos poucos pelos primeiros 10 minutos até que você tenha uma base grossa.
  • O aïoli fica mais sólido e difícil de mexer com cerca de 100ml de azeite extra-virgem. Pode inclusive acumular no batedor, mas tudo bem. Com cuidado bata o batedor na borda da vasilha (segurando a vasilha, obviamente) e repita ocasionalmente para manter a homogeneidade do molho. Você pode adicionar o azeite mais rápido agora, no ritmo de 20 ml de cada vez.
  • No final, acrescente o sumo de limão a gosto. Isso vai ajudar a deixar o molho mais macio, e vai dar uma cor mais nítida.

Tempo: ± 40′  # económico  # fácil

© Copyright franciscogomes.eu # Powered by F Gomes # 2022 # All Rights Reserved

Nota do Apok@lypsus:
– Uma preparação d’ A Cozinha do Apokalypsus.



© 09.Set.2020

 

334: Alheira com Legumes em Tosta

Uma refeição ligeira, saudável, fácil e económica. Excelente para a época que atravessamos.

Ingredientes:

– 2 pães para hambúrguer
– 1 col. de sopa de azeite
– 80 g de cebola em cubos
– 1 dente de alho
– 200 g de juliana de legumes
– 1 alheira
– molho de soja q.b.
– queijo ralado Mozzarella q.b.
– pimenta de mistura q.b.
– salsa fresca picada q.b.

Preparação:

01.- Abra os pães ao meio (já se encontram cortados, basta separar as duas metades), e leve à torradeira ou a um mini-forno eléctrico para tostar durante cerca de 5 minutos a 150ºC.

02.- Entretanto, leve ao lume uma frigideira anti-aderente larga com o azeite, junte a cebola, o dente de alho esmagado e quando começarem a alourar, adicione a juliana de legumes e salteie durante cerca de 5 minutos, mexendo de vez em quando.

03.- Junte aos legumes a alheira, sem pele e desfeita em pedaços, misture bem e cozinhe durante mais 5 minutos, mexendo frequentemente. Tempere com o molho de soja e com um pouco de pimenta de misturas moída na altura.

04.- Retire o pão da torradeira ou do forno e reserve as metades. Polvilhe sobre a mistura de alheira e legumes a Mozzarella ralada, a salsa fresca picada, misture bem e distribua este preparado pelas metades de pão tostado. Sirva de seguida.

Tempo: ± 30′  # económico  # fácil

© Copyright franciscogomes.eu # Powered by F Gomes # 2022 # All Rights Reserved

Reportagem foto/slideshow/ví­deo:


Nota do Apok@lypsus:
– Uma preparação d’ A Cozinha do Apokalypsus, baseada numa receita publicada no site Pingo Doce.



© 07.Set.2020

 

333: Arroz com Soja e Legumes

Hoje, por razões diversas, não efectuei reportagem desta receita, mas como ela é bem simples – e muito gostosa -, é fácil compreender os seus procedimentos.

Ingredientes:

– 1 pacote 1,2,3… Sabor! Arroz de Marisco
– 220 g de arroz
– 2 cháv. de nacos de soja grossos
– 200 g de juliana de legumes
– 50 g de tomate em cubos
– 1 cubo tempero alho e coentros
– 60 g de azeite
– 50 g de cebola em cubos
– 600 ml de água
– tabasco q.b.
– coentros frescos picados q.b.

Preparação:

01.- Coloque os nacos de soja em água morna temperada com uma pitada de sal e deixe hidratar durante 30 minutos, depois escorra bem os nacos de soja. Num tacho ao lume, deite o azeite, a cebola, o cubo tempero e deixe refogar até a cebola ficar macia.

02.- Adicione o tomate, a água e depois o pacote de tempero 1,2,3 Sabor! Junte os nacos de soja escorridos, a juliana de legumes e deixe levantar fervura.

03.- Adicione ao tacho o arroz, envolva e deixe cozinhar durante cerca de 15 minutos, mexendo regularmente até o arroz estar cozido.

04.- Tempere com o tabasco, apague o lume, polvilhe com os coentros, envolva e deixe repousar um pouco. Sirva de seguida.

Tempo: ± 40′  # económico  # fácil

© Copyright franciscogomes.eu # Powered by F Gomes # 2022 # All Rights Reserved

Reportagem foto/slideshow/vídeo:


Nota do Apok@lypsus:
– Uma preparação d’ A Cozinha do Apokalypsus.



© 05.Set.2020