145: Sir Clive Sinclair. Morreu o criador do ZX Spectrum

– Sou do tempo de antes do ZX Spectrum. Comecei no tempo dos cartões perfurados com máquinas Siemens/Nixdorf (quem é do tempo, deve lembrar-se daquelas cartolinas da CRGE com perfurações que, colocadas no leitor, indicavam várias informações sobre cada cliente e serviam de informação para pagamento do consumo mensal de electricidade.). Depois apareceram os mainframes IBM empresariais do qual tirei um curso de operador de consola; depois começaram então a surgir as diabólicas máquinas para jogos – ZX Spectrum em vários modelos e configurações, Timex, Amstrad, Schneider, etc. – acabando por aparecer o primeiro CPU Intel, o i286, ou seja, o primeiro computador doméstico que funcionava sob o sistema operativo MS-DOS. Também surgiram os EuroPC Schneider (um teclado que era o PC), os Schneider AT. Nessa altura, inscrevi-me num curso técnico de hardware e aprendi a montar e a configurar um computador. A partir daí, todas as máquinas (PC’s) em minha casa, foram assembladas por mim e em todos os modelos de CPU que iam saindo a um ritmo impressionante,com os vários sockets de motherboards.

TECNOLOGIA

O inventor e industrial tinha 81 anos. Entre as suas invenções contam-se também a calculadora de bolso.

Sir Clive Sinclair no automóvel elétrico C5 que foi um falhanço.

 

Morreu Sir Clive Sinclair, um dos responsáveis pela revolução informática doméstica. O britânico tinha 81 anos. A notícia foi revelada pela filha, Belinda.

Sinclair foi o inventor da máquina de calcular de bolso, entre outros aparelhos electrónicos, mas a sua criação de maior sucesso foi o microcomputador ZX Spectrum, um pequeno aparelho que marcou toda uma geração.

O Spectrum 48K inventado por Sir Clive Sinclair

Lançado em 1982, o Spectrum de 48 KB de memória tornou-se uma das máquinas domésticas de jogos de computador mais bem sucedidas do mercado, competindo directamente com o Commodore 64. Em Portugal, terá sido mesmo o equipamento mais bem sucedido do seu tempo (não existem números fiáveis de vendas relativamente a esse período).

Apesar de nunca ter conseguido voltar a reproduzir o imenso êxito que teve com o Spectrum, Sinclair continuou a criar produtos novos nos anos seguintes.

Belinda Sinclair, hoje com 57 anos, disse ao The Guardian: “Ele era uma pessoa extraordinária e sempre interessado em tudo. A minha filha e o seu marido são eles próprios engenheiros e ele estava sempre a falar com eles.

Um self made man, Clive Sinclair deixou os estudos aos 17 anos. Na década de 1970 dedicou-se a miniaturização electrónica e criou a máquina de calcular de bolso. Em 1980 lançou o seu primeiro microcomputador, o ZX80 e, em 82, o famoso Spectrum.

Em 1985, arriscou um automóvel eléctrico — o C5 — uma espécie de triciclo para apenas uma pessoa. Apostou grande parte da fortuna no projecto, que colapsou.

Igualmente falhado foi a Sinclair TV80, um televisor portátil que qualquer pessoa poderia levar no bolso. À época, não captou imaginações.

Decididamente, um homem à frente do seu tempo.

Diário de Notícias
16 Setembro 2021 — 19:54