1138: Vulcões antigos podem ser uma das fontes da água encontrada na Lua

CIÊNCIA/VULCANOLOGIA/GEOLOGIA/LUA

Por se tratarem de ambientes inóspitos, é sempre surpreendente saber que outros planetas e satélites, como o nosso, albergam água ou formas de vida. Relativamente à Lua, especula-se, agora, que a água que foi por lá encontrada pode ter surgido a partir de vulcões.

Para a encontrar é necessário cavar suficientemente fundo.

Em Janeiro, o programa espacial da China, CNSA, detectou sinais de água na superfície da Lua, pela primeira vez. Os dados, que foram recolhidos pela sua sonda Chang’e-5, fizeram imenso sucesso e a notícia foi surpreendeu todos os terráqueos.

Depois disso, um estudo revelou que nem toda a água da Lua provinha da sua própria superfície, uma vez que uma parte dela deverá ter partido da atmosfera da Terra, conforme se especula. Agora, um outro estudo demonstra que existe outra fonte para a água da Lua: vulcões.

A investigação foi levada a cabo pela University of Colorado e levanta a hipótese de existirem camadas de gelo que foram originadas por erupções vulcânicas nos pólos da Lua.

Imagem meramente ilustrativa

Segundo Andrew Wilcoski, autor principal do estudo e aluno de pós-graduação no Departamento de Ciências Astrofísicas e Planetárias (APS) e no Laboratório de Física Atmosférica e Espacial (LASP) da universidade, os investigadores veem o fenómeno como “uma geada na Lua que se foi acumulando com o tempo”.

Simulações concluíram que água na Lua pode ter chegado através de vulcões

Para tirarem conclusões, os investigadores basearam-se em simulações computorizadas que utilizaram para recriar as condições na Lua, na altura em que presumivelmente as fontes de água se desenvolveram. A partir daí, descobriram que os antigos vulcões lunares emitiam uma grande quantidade de vapor de água, que depois se instalava na superfície sob a forma de gelo.

É possível que 5 ou 10 metros abaixo da superfície, haja grandes camadas de gelo.

Revelou Paul Hayne, professor assistente na APS e na LASP e co-autor do estudo.

O mesmo professor partilhou ainda que “há muitas fontes potenciais neste momento” e que a Lua pode albergar muito mais água do que aquela que os investigadores pensavam ser possível anteriormente.

Os cientistas especulam que há dois ou quatro mil milhões de anos, milhares de vulcões irromperam da superfície da Lua, dando origem a enormes rios de lava. de acordo com os modelos informáticos, aproximadamente 41% da água dos vulcões pode ter condensado na Lua, permanecendo em forma de gelo.

Pplware
Autor: Ana Sofia Neto
31 Mai 2022