1163: Filosofias erradas

Recebo diariamente vários e-mails do Clube de Utilizadores (Internet) e hoje recebi um deles, ao qual tive de dar resposta por ter considerada completamente errada a filosofia apresentada pelo autor desse e-mail. A minha resposta foi esta:

Bom dia

Penso que essa analogia está completamente errada sem qualquer tipo de consistência válida tendo em conta as reclamações de quem faz um contrato com uma operadora por xxMbps e aquela depois dá-lhe metade ou um terço dessa velocidade contratada.

Eu sou do tempo dos modems analógicos em que estes eram externos, ligados através das interfaces paralelas, onde a velocidade de transmissão era de 300 bps (bits por segundo) e operavam em dois sinais diferentes, um tom alto que representava bit 1, enquanto o tom baixo representava o bit 0.

Estou a referir-me ao final da década de 70, começo de 80 em que nos anos 80 a velocidade era de 14kbits/s e em 1994 já estava em 56kbits/s com ligação a uma linha telefónica convencional. Quando se utilizava o modem, não havia telefone e vice-versa.

Trabalhei com modems de 28,8 e depois com 56kbit/s ligados à rede telefónica. E sim, era uma espera de carregamento de ficheiros desesperante mas na época era o que existia e nem sonhávamos sequer com a fibra óptica! Não existia qualquer termo de comparação!

Hoje ou de uns tempos atrás a esta parte, depois de passar pelo ADSL, mais rápido mas também lento, a minha experiência pessoal leva-me precisamente a reclamar (sem qualquer sucesso) que ando a ser roubado dado que o meu contrato é de uma velocidade de 120Mbps e o máximo que recebo nem chega aos 95Mbps de download!

Hoje, por exemplo, tinha 94,7Mbps de download, 20.4Mbps de upload com uma latência de 8ms.

E a imagem abaixo, demonstra a velocidade obtida no passado dia 2 de Junho de 2022:

Não acha que esta situação é de ter direito a reclamar? Por isso, comparar os anos  70/80 aos de hoje, é pura fantasia electrónica! Como se podia reclamar naquela época o que (ainda) não existia em termos de velocidade de Internet?

Bom fim de semana

O e-mail recebido foi este:

De: Clube Utilizadores <computador.revista@gmail.com>
Enviada: 4 de junho de 2022 11:23
Assunto: Reviva os primeiros passos da Internet no vídeo publicado hoje

Viva,

Hoje em dia reclamamos porque a nossa ligação à Internet está lenta, tem poucos “Gigabits por segundo”.

Nos anos 90 eram “Kilobits por segundo” (sim, nem sequer chegava a 1 Megabit, eram 128Kbps e chegava… quando chegava) e não reclamávamos, antes aguardávamos com muita ansiedade que cada site se abrisse, assim como a ligação era feita ligando para um número de telefone e escutávamos com atenção os beeps do modem para saber se tudo corria bem.

Tudo era diferente, mais interessante, era vivido com alma e coração…

(fim de citação)

Como eu informei no meu e-mail acima e se tem um contrato com uma operadora com uma velocidade de 120Mbps (pseudo fibra óptica) e esta operadora apenas lhe fornece uma velocidade que nunca chegou aos 95Mbps, não existe direito a reclamar? Um exemplo da merda de velocidade que me deram no passado dia 2 de Junho de 2022:

Mas enfim, existe sempre quem goste de filosofar e está no seu pleno direito. Apenas para quem não viveu esses tempos “vividos com alma e coração”, sempre é positivo repor a verdade dos factos.

04.06.2022