232: Descontinuidade dos meus Blogues

Em destaque

Por decisão pessoal, a maioria dos meus Blogues vai deixar de ser actualizada a partir de hoje e, posteriormente, serão desactivados.

Assim, o Spacenews 2, o Astrophotography, o Recipes 3, o Laboratório Fotográfico e o Tecnologias, vão deixar de ser actualizados a partir de hoje, 31 de Outubro de 2021.

Agradeço a todos os que visitaram estes Blogues, podendo continuar a fazê-lo para alguma eventual consulta que pretendam aos artigos já publicados.

Francisco Gomes
31.10.2021


 

184: Desactivação dos meus Blogues

Estou a pensar em desactivar todos os meus Blogues por razões que nem merecem serem aqui desenvolvidas.

Quando terminarem os prazos dos vários domínios que possuo (são renovados anualmente), não os renovarei assim como o hosting (aluguer de servidores para armazenamento) que tem renovação trimestral.

Caso surja primeiro a renovação do hosting e esta não for renovada, todos os Blogues ficam desactivados automaticamente.

Obrigado a todos os que se interessaram pelas matérias que fui inserindo ao longo dos anos.

 

155: Load aspas aspas enter: ZX Spectrum, Timex 2046, 2068 e FDD3000

Em ordem ao artigo do Carlos Rosa (Designer e director do IADE – Faculdade de Design, Tecnologia e Comunicação da Universidade Europeia), publicado neste Blogue, recordei os bons e velhos tempos em que comprei e brinquei com um ZX Spectrum, um Timex Sinclair 2046, um Timex 2068, além de um Timex FDD3000.

Para os saudosistas desse tempo, segue alguma informação sobre estas bombas da época, onde se carregavam os jogos a partir de um gravador de cassetes (os jogos e programas eram gravados em cassetes áudio) e o pessoal deliciava-se com os jogos porque eram a última moda na informática de então.

Timex Computer 2048

O TC-2048 ou Timex Computer 2048 é um computador de 1984 desenvolvido pela Timex Portugal, filial portuguesa da Timex Corporation. Ele foi baseado no protótipo Timex Sinclair 2048 , uma versão 16k do TS-2068 , com uma caixa redesenhada semelhante, interface de joystick Kempston e modos de vídeo adicionais.

Era altamente compatível com o computador Sinclair ZX Spectrum , embora diferenças na ROM impedissem 100% de compatibilidade.

A Timex Portugal vendeu o TC 2048 em Portugal e na Polónia, onde teve muito sucesso, vendendo mais de 10.000 unidades. Além disso, uma versão NTSC foi vendida no Chile.

Este computador é a base de uma máquina compatível com o Spectrum aprimorada, o Spectrum SE .

Existem duas modificações do TC2048: o TC2128 (por STAVI) e o TC2144 (por Jarek Adamski). Ambos estendem a RAM para 128K e actualizam o ULA para usar quatro áreas de tela.

Timex Sinclair 2068

O Timex Sinclair 2068 (TS2068), lançado em Novembro de 1983, foi o quarto e último computador doméstico produzido pela Timex Sinclair para o mercado dos EUA. Foi também comercializado em Portugal e Polónia, como Timex Computer 2068.

Uma versão da máquina foi produzida posteriormente e vendida exclusivamente na Polónia sob o nome Unipolbrit Komputer 2086.[1]

História

O TS2068 foi um ZX Spectrum redesenhado com o intuito de torná-lo mais competitivo no exigente mercado dos EUA e seguiu o caminho aberto pelos seus antecessores TS1000, TS1500 e o primeiro Spectrum-compatível produzido pela Timex, o TS2048.

Da mesma forma que o TS2048 foi anunciado como um micro de 40 KiB de memória (16 KiB de RAM + 24 KiB de ROM), o 2068 foi promovido como sendo um micro de 72 KiB (48 KiB RAM + 24 KiB ROM).

A máquina foi lançada no outono de 1983 e era a grande aposta da Timex para as vendas de Natal daquele ano. Os resultados, contudo, foram decepcionantes, mesmo levando-se em conta que o TS2068 era um equipamento muito superior ao TS2048 (este pouco mais que um Spectrum de 48 KiB melhorado). Poucos meses depois, na primavera de 1984, a Timex Computer Corporation encerrou suas actividades.

Todavia, a subsidiária da Timex em Portugal, a Timex Computer, animada pelo sucesso do ZX Spectrum na Europa, decidiu continuar a investir na produção e comercialização dos TS2048 e TS2068, sob os nomes TC2048 e TC2068, embora só pudesse fazê-lo nos mercados não controlados pela Sinclair Research (basicamente Portugal e Polónia). Embora o TC2068 português também tenha sido vendido na Polónia, somente o UK2086 foi realmente fabricado neste último país.

A Timex de Portugal comercializou duas versões do TC2068: o TC2068 Prata vinha com um emulador de ZX Spectrum em cartucho e o TC2068 Preto era vendido com um cartucho do editor de textos TimeWord e uma interface Timex RS232 para uso do TimeWord com uma impressora série matricial.

Curiosamente, a versão preta era acompanhada de uma máscara prateada para o teclado com os comandos do TimeWord impressos nela. Podia ser removida porque não estava colada ao teclado do micro.

A Timex Computer de Portugal subsistiu até 1989, quando finalmente a Timex Corporation decidiu sair do mercado de microcomputadores. Por fim, o stock restante de TS2068 foi vendido para o mercado argentino.

Ficha técnica

  • UCP Zilog Z80A em 3,528 MHz
  • RAM 48 KiB
  • ROM 24 KiB
  • Teclado “chiclete”, 42 teclas
  • Display via modulador RF; texto (32×24 linhas); gráfico (compatível com o ZX Spectrum): 256×192 pixels, 8 cores, e alta resolução monocromática (512×192 pixels).
  • Som AY-3-8912, alto-falante interno
  • Portas porta de expansão genérica, slot para cartucho, saída para monitor de vídeo, dois conectores para joystick Kempston
  • Armazenamento gravador cassete; drives de 3″ opcionais.

Características

O TS2068 era um dispositivo mais sofisticado e significativamente alterado em relação ao seu ancestral britânico. Reconhecido como um dos primeiros clones Sinclair a melhorar significativamente o projecto original, apresentava várias características novas:

  • um chip de som AY-3-8912, posteriormente usado pela Sinclair no ZX Spectrum 128 (mas mapeado para portas de E/S diferentes e, portanto, incompatível)
  • duas portas de joystick
  • um teclado chiclete ligeiramente melhorado, com as teclas envolvidas em plástico
  • um slot para cartuchos à direita do teclado, para software gravado em ROM
    uma ULA que oferecia modos gráficos adicionais:
    O modo padrão do Spectrum (256×192), com uma resolução de cor de 32×24
    Um “modo colorido estendido”, de 256×192 pixels com resolução de cor de 32×192
  • Um modo monocromático de 512×192 pixels

O Sinclair BASIC foi estendido com novas palavras-chave (STICK, SOUND, ON ERR, FREE, DELETE, RESET) para acessar o novo hardware e a máquina oferecia ligação de bancos de memória, permitindo que cartuchos de ROM pudessem ser mapeados.

Todavia, estas mudanças tornaram a máquina incompatível com a maioria do software em código de máquina para o Spectrum, ou seja, virtualmente todos os títulos comerciais; menos de 10% podiam ser executados com sucesso. Numa tentativa para remediar isso, a maioria dos computadores foi vendido com um cartucho de emulação do Spectrum. A emulação era suficientemente precisa para permitir a execução da imensa maioria dos programas produzidos para o Spectrum.

É notável constatar que embora os aperfeiçoamentos do TS2068 em relação ao Spectrum original tenham ocorrido em áreas sujeitas a críticas generalizadas (gráficos, som, uso de cartuchos e – em menor grau– a falta de conectores de joystick), isso não foi usado como base para o desenvolvimento dos sucessores do Spectrum. O ZX Spectrum+ (1984) melhorou apenas o teclado e mesmo o ZX Spectrum 128 (anunciado em Maio de 1985, mas somente lançado no Reino Unido em Fevereiro de 1986) mantiveram as limitações gráficas da máquina original. Todavia, diferentemente dos modelos britânicos, o TS2068 não foi sobrecarregado com o requisito de compatibilidade com os modelos anteriores.

TIMEX FDD3000

O Timex FDD 3000 era um computador quase completo da Timex de Portugal. Começou o seu desenvolvimento na Timex Computer Corporation nos EUA, mas foi na Timex de Portugal que o trabalho foi concluído.
Timex FDD3000
Timex Terminal 3000 em primeiro plano
Timex FDD. As três caixas podem ser empilhadas.

O Timex FDD 3000 é um Timex FDD actualizado (às vezes conhecido como FDD3 porque consistia em três caixas separadas: a unidade de disco, o controlador e a fonte de alimentação). O Timex FDD3 foi projectado como um periférico de disquete para os microcomputadores Timex TC2048 ou TC2068 .

Ele geralmente tinha 16K RAM e apenas um 3 unidade de disco “, mas pode ser actualizado para 64 K de RAM e uma segunda unidade de disco, tornando-o capaz de correr CP / M . Como o controlador é electricamente compatível com as unidades de disco actuais, é possível conectar uma unidade de disco 3,5 ″ /5,25 ″ ao controlador Timex FDD3 (também é possível conectar uma unidade de disco Hitachi 3 ″ a um computador compatível com IBM PC).

Mais tarde, a Timex combinou as três caixas do FDD em uma grande caixa chamada Timex FDD 3000. A Timex também adicionou 64K RAM, uma segunda unidade de disquete de 3 ″ e uma linha no cabo controlador para passar o sinal de vídeo gerado pelo Terminal Timex 3000 na parte de trás da caixa do FDD 3000.

Especificações Timex FDD / FDD3000

  • Z80 rodando a 4 MHz
  • 16 K RAM (64 K RAM no FDD 3000)
  • ROM de 128 bytes (inicializa o sistema a partir do disquete)
  • Controlador de disquete WD1770
  • WD2123 UART (2 portas seriais)

Comparados com as máquinas que hoje existem no mercado, os ZX Spectrum, Timex e afins, são verdadeiras peças de museu. Infelizmente, quando mudei de residência, roubaram-me a caixa onde todos estes modelos estavam guardados.

 

123: Imagens que valem por mil palavras

OPINIÃO

Estava na disposição, sem disposição, para escrever umas linhas, talvez menos de mil palavras, sobre o que penso da actual sociedade onde proliferam muitos acéfalos indigentes intelectualóides e morais (sem moral nenhuma), mas cansei-me só de pensar no que tinha de escrever.

Como sou um homem de imagem (fotografia técnica, de laboratório, de estúdio, de reportagem, lunar e afins), resolvi resumir os meus pensamentos a três simples imagens que retratam bem o que penso da actual sociedade muito parecida psicológica e fundamentalmente com os Neandertais de outrora.

Os últimos Neandertais viveram no Vale do Côa (Homo sapiens neanderthalensis), mas isso é uma ilusão paleoantropológica porque eles deixaram descendentes que hoje se designam por Homens Anatomicamente Modernos (Homo sapiens sapiens) e proliferam e vegetam por todo o lado.

Uma dura realidade com que temos de (con)viver no nosso dia a dia…

 

116: Passadeiras de Corrida

A desculpa esfarrapada e não credível de que é necessário continuar fazer uma vida activa, mesmo que com isso sejam furadas as regras sanitárias básicas, desde que a pandemia assolou Portugal e o Mundo em Março de 2020, não pega, aliás, nunca pegou.

Existem outras razões dúbias por detrás desse tipo de afirmações que interessam apenas aos que transgridem essas normas, comprometendo a segurança de terceiros, nomeadamente todos aqueles com quem se cruzam e privam no dia a dia, levando-os a um perigo iminente de contágio pelo coronavírus.

É a mesma razão que os acéfalos indigentes proprietários de latas de duas e de quatro rodas afirmam convictamente, quando estacionam em cima dos passeios – local destinado e concebido para a circulação dos peões -, infringindo os artigos 48º. e 49º. do Código da Estrada do qual se “esqueceram” logo após terem recebido a “licença” para conduzirem.

Para os que pretendem levar uma vida activa, sem comprometerem a saúde e a vida de terceiros – e não é preciso ser-se “médico especialista” -, existem pelo menos duas formas de exercício físico que podem ser efectuados em casa: bicicleta fixa de manutenção e passadeira de corrida.

Um e outro equipamento, são a forma mais saudável de dar continuidade à vida activa que todos precisamos, sem prejudicar seja quem for. Porque segundo os cientistas e especialistas de saúde afirmam, um assintomático pode infectar, assim como quem já tomou as duas doses de vacina.

Ficam aqui imagens dos dois equipamentos:

 

68: Estatuto do Antigo Combatente-Lei nº. 46/2020 de 20.08.2020

Já são DOIS os e-mails enviados à Secretária de Estado de Recursos Humanos e Antigos Combatentes, dra. Catarina Sarmento e Castro, sobre quando os ex-combatentes poderiam COMEÇAR a usufruir de dois dos direitos consignados no Estatuto do Antigo Combatente, Lei nº. 46/2020 de 20.08.2020:

  • Isenção de taxas moderadoras no Serviço Nacional de Saúde;
  • Gratuitidade do passe intermodal de transportes públicos das áreas metropolitanas e comunidades intermunicipais.

e a resposta foi ZERO! Sobre o Estatuto do Antigo Combatente e do Cartão de Antigo Combatente, que confere ao ex-combatente a designação de TITULAR DE RECONHECIMENTO DA NAÇÃO, sublinhando o lugar marcante que ocupam na História de Portugal.

Considerando que é da mais elementar justiça valorizar o contributo daqueles que combateram com coragem, lealdade, abnegação e sacrifício, em vários teatros operacionais, foi também criada a Insígnia do Antigo Combatente (Portaria 3/2021 de 4 de Janeiro).

Tudo isto é muito louvável se, passado UM ANO da entrada em vigor do Estatuto do Antigo Combatente, já estivessem delineadas e activadas, pelo menos, as duas opções acima mencionadas – Taxas Moderadoras e passe intermodal -, uma vez que nenhuma das entidades envolvidas, conhece os moldes em que estas “benesses” funcionam e se processam.

Estão a aguardar que os ex-combatentes vão MORRENDO aos poucos – cidadãos que hoje têm mais de SETENTA ANOS -, para as despesas serem menores no futuro?

É desta forma que se aplica o termo RECONHECIMENTO DA NAÇÃO? É assim que se procede num Estado de Direito? Andam a gozar com os Antigos Combatentes?

Simplesmente VERGONHOSO!

27 de Julho de 2021

 

64: 24.Jul.2021

No meu Blogue Diário de um Cuidador, ficou registado o dia de ontem (24.07.2021) como um dia triste, a minha ida ida ao cemitério da Ajuda, para tratar do levantamento das ossadas de minha esposa Tina e da marcação da incineração das mesmas.

52 anos de casamento representam mais que uma vida em conjunto. Esposa fantástica, Mãe extremosa, Avó sem limites, foi uma vida dedicada a quem dela precisasse, sem um desalento, sem um desfalecimento, sempre com a energia de um Touro, signo do Zodíaco a que pertencia (01.05.1935).

Fica neste meu Blogue o artigo que publiquei:

https://inforgom.pt/new-cuidador/2021/07/24/24-jul-2021/

bem como as habituais imagens que sempre tirámos quando semanalmente visitávamos a sua campa.

 

Hoje, opino eu…

Tarde abrasadora, saída do táxi, Pavilhão da Ajuda, uma pessoa à minha frente para a vacina, entrada no Pavilhão, entrega do CC + o cartão da primeira dose (esta é a segunda Pfizeriana), espera curta para a chamada e lá vai o je ser injectado…

Repórter de serviço em acção, sacou uns bonecos ao je que serão inseridos de seguida. Je com bronzeado de camionista a levar com ela (a segunda dose), a colocar o adesivo e a ir para o “recobro” por 30 minutos.

Recolha a casa de táxi, toma de um Paracetamol de 1000mg, actualização de blogues e “descansobro” para ficar bom para o jantar. Ó p’ra elas… as imagens…

 

 

18.Jul.2016~18.Jul.2021 – 5 anos de eterna saudade

Faz hoje cinco anos que a Tina partiu, deixando um vazio enorme nos nossos corações.

Para a semana, vamos tratar do seu levantamento e mandar cremar as ossadas. O pote para as cinzas deve chegar amanhã se não existirem entraves na entrega porque esta já era para ter sido recebida esta semana e não foi.

As suas cinzas regressarão à casa que ela escolheu há 22 anos e ao quarto onde miseravelmente e por incúria médica, saiu para a urgência do hospital onde viria a falecer não da doença propriamente dita, mas de insuficiência respiratória devido a sépsis.

Como uma Esposa exemplar, uma Mãe e Avó magnífica, carinhosa e sempre atenta aos mínimos detalhes, tendo ajudado centenas e centenas de doentes internados quando trabalhava no hospital, quando precisou de ajuda de “profissionais” de saúde – aqueles que, quando terminam o curso de medicina fazem o juramento de Hipócrates -, foi-lhe negada, miseravelmente a ajuda de que tanto necessitava.

Por tudo o que passaste, durante os mais de seis anos de doença e em que fui teu cuidador, sem ter a mínima preparação e/ou conhecimento, mas dando o melhor que podia e que ia inventando para aliviar o teu sofrimento, de certeza absoluta que te encontras em Paz.

Parte da tua história, das nossas (eu e da Vera) visitas ao cemitério, onde te levávamos as flores que tanto gostavas, encontra-se gravada no meu Blogue

https://inforgom.pt/new-cuidador/

que depois da tua cremação, será encerrado mas continuará on-line.