914: Zelensky discursa no Parlamento português no dia 21 de Abril

– Tenho-me reservado na publicação das notícias sobre a invasão soviética na Ucrânia, uma invasão de um país (URSS) com um regime totalitário, repressivo, imperialista, gerido por um alienado mental, formatado pelo KGB soviético, que não se incomoda absolutamente nada em mandar assassinar milhões de pessoas, invadindo um país soberano e independente e causando a morte a inocentes civis de todas as idades. Li hoje um artigo de opinião de um colunista que deixei de considerá-lo isento, mais indicado para ser publicado no jornal Avante, dado que, como militante comunista, as palas nos olhos não o deixam reflectir convenientemente. Defender um país que tem um presidente que não respeita a ordem internacional e os acordos estabelecidos, invadindo outro país soberano, é simplesmente nojento de se ler. Não sou anti-comunista, sou sim anti-ditadores, tenham eles a cor e a origem que tiverem.

SOCIEDADE/UCRÂNIA/PARLAMENTO PORTUGUÊS

A sessão decorrerá pelas 15:00 e contará com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

© EPA/UK PARLIAMENTARY RECORDING UNIT HANDOUT

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, vai participar por videoconferência numa sessão na Assembleia da República no dia 21 de Abril.

A data foi esta quarta-feira acertada na conferência de líderes, que ainda decorre.

A sessão decorrerá pelas 15:00 e contará com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

No dia 07 de Abril, o presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva, tinha informado que o chefe de Estado da Ucrânia aceitava falar ao parlamento português em data ainda a acertar.

“Recebi esta manhã a senhora embaixadora da Ucrânia em Lisboa [Ihna Ohnivets] que me transmitiu a disponibilidade do presidente Volodymyr Zelensky para participar numa sessão da Assembleia da República. A data será agora acertada”, escreveu então o presidente da Assembleia da República na sua conta na rede social Twitter.

Na semana passada, na última reunião da conferência de líderes, a proposta do PAN de uma sessão parlamentar por videoconferência com o Presidente da Ucrânia foi aprovada por maioria, com a oposição do PCP.

Diário de Notícias
DN
13 Abril 2022 — 12:02


Pelas vítimas do genocídio praticado
pela União Soviética na Ucrânia