1285: Rússia ataca Kiev enquanto cimeira do G7 discute apoio à Ucrânia

É esta a imagem da “desnazificação” que os INVASORES NAZIS SOVIÉTICOS, comandados pelo oligarca genocida nazi putineiro estão a implementar na Ucrânia…!!!

UNIÃO SOVIÉTICA/NAZISMO/INVASÃO DA UCRÂNIA

© EPA/SERGEY KOZLOV

Várias explosões abalaram um bairro residencial em Kiev, neste domingo de manhã, enquanto os líderes do G7 se reuniam na Alemanha para discutir o seu apoio à Ucrânia contra a invasão russa, em antecipação de uma reunião crucial da NATO marcada para daqui a dias.

O primeiro ataque à capital em quase três semanas destinava-se a “intimidar os ucranianos… na aproximação da cimeira da OTAN”, disse o presidente da câmara da cidade, Vitali Klitschko.

“Alguns dos habitantes foram evacuados. Duas pessoas feridas foram hospitalizadas”, disse Klitschko após visitar o edifício de apartamentos que foi atingido, acrescentando que as pessoas permaneceram “debaixo dos escombros”.

O Presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, que deverá dirigir-se tanto às reuniões da UE como da NATO, disse que cidades tão distantes como Lviv, perto da fronteira polaca, tinham sido atingidas por uma onda de ataques no sábado.

Este ataque a Kiev surge um dia depois do presidente da câmara de Severodonetsk ter confirmado que a cidade tinha sido “totalmente ocupada” pelas tropas russas.

Com a guerra a entrar no seu quinto mês, a captura da cidade marca uma importante vitória estratégica para Moscovo, que procura o controlo total sobre o leste do país depois de ter falhado nos seus objectivos iniciais.

AFP

Diário de Notícias
26 jun 09:20
Por Valentina Marcelino

Ataque a Kiev fez um morto, quatro feridos e destruiu um infantário

O ataque das forças russas a Kiev, neste domingo, causaram um morto, na sequência da explosão de um míssil que atingiu um infantário.

De acordo com Oleksander Tkachenko, ministro da Cultura ucraniano, o míssil atingiu um histórico edifício de nove andares no distrito de Shevchenkivskyi, mas também esse infantário que se encontra no mesmo bairro.

Quatro pessoas ficaram feridas e foram hospitalizadas.

Diário de Notícias
26 jun 10:37
Por Carlos Nogueira


 

1280: Só mais uma máquina para actualizar? Sim, mas esta tem o Windows 98 e está a orbitar Marte

CIÊNCIA/SOFTWARE/MARTE

O Windows 98 foi um dos sistemas da Microsoft de maior sucesso. Chegou numa altura em que os computadores se começaram a massificar e trouxe uma interface que cada vez estava mais simples e apelativa para os muitos utilizadores deste sistema.

Foi um caso de sucesso e chegou literalmente a todo lado, havendo agora mais uma prova disso mesmo. A ESA vai finalmente actualizar uma das suas últimas máquinas com o Windows 98, que está dentro do Mars Express. O problema é que esta na órbita de Marte, algo que vem complicar um pouco as coisas.

Uma actualização há muitos devida em Marte

Já todos tivemos uma ou outra actualização do Windows que deixámos para mais tarde. É um processo que pode demorar ou ser chato, e que por isso adiamos. A ESA, a Agência Espacial Europeia, vai agora abordar um problema destes e realizar uma dessas actualizações.

A grande diferença é que a ESA vai fazer isso a 62,1 milhões de quilómetros da Terra, no software do MARSIS (Mars Advanced Radar for Subsurface and Ioniospheric Sounding), que está a orbitar o planeta Marte. A complicar ainda mais esta questão, está o facto deste satélite ter ainda presente o Windows 98 da Microsoft.

ESA vai trocar o Windows 98 da MARSIS

Esta é uma actualização que está em falta há alguns anos e que acontece agora para garantir uma melhor eficiência deste equipamento da ESA, que se dedica a procurar água no solo de Marte. 19 anos após ter entrado em produção, recebe agora um novo sistema operativo.

Com o novo software, os cientistas vão poder descartar dados desnecessários das imagens recolhidas. Isso permite que o MARSIS funcione por cinco vezes melhor do que agora e que cubra faixas muito mais amplas de Marte e Fobos nas suas passagens.

Uma nova vida para a Mars Express

Algo que não foi revelado pela ESA é qual o novo sistema que o MARSIS vai receber. Também não foi explicado de que forma a actualização será realizada a esta distância do planeta Terra, mas certamente que é um processo já testado até à exaustão, para que corra de forma perfeita.

O MARSIS ganha assim uma vida nova e garante mais alguns anos de funcionamento. Após ter descoberto indícios da presença de água em Marte, é hora de se renovar e receber novas funcionalidades e um novo sistema, bem mais recente que o Windows 98.
Pplware

Fonte: ESA
Autor: Pedro Simões
25 Jun 2022


 

928: É melhor actualizar já o Chrome! Google alerta para nova falha de segurança a ser explorada

– Para os utilizadores do browser (navegador) CHROME, saiu uma actualização (100.0.4896.127) que pode ser descarregada de imediato.

TECNOLOGIA/INTERNET/BROWSERS/CHROME

A versão 100 do Chrome mostrou como este browser da Google tem evoluído. As novidades são várias, alargando a forma como esta proposta tem evoluído, dominando a Internet e os sistemas onde tem uma presença forte.

Com novidades já bem apresentadas, surge agora um problema grave. A Google alertou que este browser deverá ser actualizado com urgência, para eliminar um problema de segurança que está a ser activamente explorado.

Foi há poucas horas que a Google lançou a versão 100.0.4896.127 do Chrome. Esta é uma actualização de emergência que a gigante das pesquisas tornou disponível para mitigar uma falha de segurança grave para o seu browser.

Esta deverá ser instalada com a máxima urgência para que seja resolvido um problema de segurança grave. Além da falha, a Google quer que este problema seja resolvido rapidamente, por estar a ser explorado por vários atacantes na Internet.

Marcada como CVE-2022-1364, existe pouca informação sobre a falha de segurança do Chrome. A Google está a reter informação para que não seja explorada por mais atacantes e assim deixar mais utilizadores vulneráveis a este problema grave.

Ainda assim, e do que foi possível saber, este problema está no motor de javascript deste browser. O motor Chrome V8 JavaScript está vulnerável a um ataque do tipo confusion, que já no passado se revelou problemático para este browser.

Revelado na passada 4ª feira, a Google rapidamente tratou de identificar e resolver o problema do Chrome. Como resultado, lançou esta actualização, que recomenda que seja imediatamente instalada por todos os utilizadores.

Assim, e segundo o que a Google recomenda, é importante que procurem manualmente a nova versão do Chrome. Só após a sua instalação este browser estará protegido e longe de problemas graves. Esta é, desde o início do ano, a terceira situação crítica que afecta o Chrome e que foi necessário resolver desta forma.

Pplware
Autor: Pedro Simões
15 Abr 2022


Pelas vítimas do genocídio praticado
pela União Soviética na Ucrânia